A Bíblia, Pedro e Maria.

|

Por Steve Wohlberg


O autor deste artigo está familiarizado com as muitas diferenças entre protestantes e católicos. Estas diferenças são importantes, pois elas afetam a nossa vida, fé e salvação. Neste breve artigo, vamos examinar as seguintes questões principais: a supremacia das Escrituras, o lugar de Pedro, e o lugar de Maria.






1. A Supremacia das Escrituras: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e é proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.”(2Timóteo 3:16)“Conjuro-te, portanto, diante de Deus e do Senhor Jesus, que julgará os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino: Prega a palavra…” (2 Timóteo 4:1-2)“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo coceira nos ouvidos, cercar-ce-ão de mestres, segundo as suas próprias cobiças; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando às fábulas”. (2 Timóteo 4:3-4). Aqui somos informados de que são as Escrituras que definem a doutrina, não a Igreja. A Escritura nos“corrige” quando estamos perdidos. Através das Escrituras, podemos ser “perfeitos”. À luz da volta de Cristo, nós somos os “Pregadores da palavra de Deus” não de doutrinas de homens. Paulo disse que muitos se desviariam da verdade para as fábulas. Como podemos dizer o que é “verdade” e o que é “fábula”? Pela palavra. Jesus quer “purificar [a Igreja], com a lavagem da água pela palavra”. (Efésios 5:26).


………………………………………………………………………………………………………







2. O lugar de Pedro: Roma declara que a Igreja de Deus é “construída sobre Pedro” e que “Pedro continuará a ser a rocha inabalável da Igreja” Catecismo da Igreja Católica, p. 141. (1994). Será isto verdade ou fábula? Como podemos descobrir? Pela palavra. A passagem primária utilizada para apoiar a idéia de Roma é Mateus 16:18. O contexto revela que Pedro confessou que Jesus era “o Cristo, o filho do Deus vivo”  (verso. 16). Então Jesus disse: “E eu também digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja…” (verso 18). Roma diz que Jesus quis dizer que Pedro era a rocha, mas Cristo não disse isso. Ele não disse: “Tu és Pedro, e sobre ti edificarei a minha Igreja”Ao contrário, Ele disse: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra …” Os protestantes acreditam que“esta pedra” é o próprio Jesus Cristo, e não Pedro. A Bíblia diz: “… pois bebiam da pedra espiritual que os seguia, e a pedra era Cristo” (1 Coríntios 10:4). Davi disse, “O Senhor é minha rocha”. (Salmo 18:2)“Pois ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo” (1 Coríntios 3:11). Assim, a Palavra diz que devemos construir sobre Cristo, e não sobre Pedro.
Roma diz que Pedro foi o primeiro Papa – isto é, o número 1 entre os apóstolos. No entanto, o próprio Pedro disse que ele era apenas “um companheiro mais velho.” (1 Pedro 5:1).Pedro não deixou que ninguém se curvasse a seus pés em reverência. “Quando Pedro ia entrando na casa, Cornélio dirigiu-se a ele e prostrou-se aos seus pés, adorando-o. Mas Pedro o fez levantar-se, dizendo: “Levante-se, eu sou homem como você””.(Atos 10:25-26). Paulo repreendeu a Pedro (Gálatas 2:11) e foi Tiago quem liderou a Assembléia de Jerusalém, e não Pedro (Atos 15:13-19). Se Pedro foi o primeiro Papa, e Deus destinou a Sua Igreja para acreditar nisto, então por que Paulo não menciona Pedro uma vez sequer em sua carta à Igreja de Roma? A Epístola de Paulo aos Romanos nunca menciona seu nome. Isso é altamente significativo. Na palavra de Deus, nós não encontramos o respaldo para a supremacia de Pedro.
………………………………………………………………………………………………………



3. O Lugar de Maria: Maria foi um vaso escolhido p
or meio de quem Cristo nasceu.(Mateus 1:20-23). O anjo Gabriel disse que ela era “agraciada” e “bendita entre as mulheres” (Lucas 1:28). Quando Jesus cresceu, ele honrou sua mãe nos evangelhos, mas Ele não exaltou Maria acima das outras mulheres. De fato, Jesus mesmo disse: “Todo aquele que fizer a vontade de meu Pai que está nos Céus, esse é meu irmão, irmã e mãe”(Mateus 12:50). Assim, qualquer um que faz a vontade de Deus é como sua mãe. O nome de Maria, mal é mencionado no resto do Novo Testamento! Pedro, que supostamente foi o primeiro papa, não disse uma palavra sequer sobre Maria, em suas cartas. E Paulo, em sua carta aos romanos, menciona o nome de Maria, apenas uma vez (Romanos 16:6), mas ele provavelmente não estava falando sobre a mãe de Jesus. Não há absolutamente nenhuma referência a Maria, em qualquer de suas outras epístolas ou nas cartas que foram escritas às igrejas primitivas. Nenhum cristão foi ensinado no Novo Testamento para fazerem orações a Maria. Roma diz que Maria pode nos trazer “os dons da salvação eterna”, e que ela carrega “os títulos de Advogada, Auxiliadora, benfeitora e Mediadora” Catecismo da Igreja Católica, p. 252. No entanto, tais títulos não são aplicados a Maria na Bíblia, além de contradizerem a Palavra, que diz: “Só há um Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem”. (1 Timóteo 2:5).

Artigo escrito por Steve Wohlberg traduzido diretamente do site White Horse Media

6 Comentários:

Bruno Rogério disse...

A verdade é: que a Igreja Católica é a verdadeira Igreja que Jesus deixou, dando essa autoridade a Pedro e consequentemente aos seus sucessores, ou seja os papas, Pedro foi o primeiro papa da Igreja. Será que a missão que Jesus confiou a Pedro se encerraria com Pedro? claro que não, Jesus sabia que haveriam sucessores, por isso instituiu o Sacramento da Ordem.

Bruno Rogério disse...

A verdade é: que a Igreja Católica é a verdadeira Igreja que Jesus deixou, dando essa autoridade a Pedro e consequentemente aos seus sucessores, ou seja os papas, Pedro foi o primeiro papa da Igreja. Será que a missão que Jesus confiou a Pedro se encerraria com Pedro? claro que não, Jesus sabia que haveriam sucessores, por isso instituiu o Sacramento da Ordem.

Anônimo disse...

Pedro nunca foi papa, se assim fosse, a igreja catolica estaria distorcendo seus ensinos, pois na igreja catolica, o padre-ou o papa, nao se casam, e Pedro era casado....
Mateus 8;14- Marcos 1;130 e Lucas 4;38.

Na verdadeira igreja do Senhor, o homem nao se curva para o homem, e somente a Deus!...

Anônimo disse...

Porque essas diferenças afeta sua vida, fé e salvação????
Ao meu ver isso não afeta a minha vida nem minha fé nem a salvação que Cristo realiza...
Você segue sua religião e eu a minha (católico). Nós dois podemos ser salvos afinal Cristo morreu na cruz por todos os homens (pecadores), TODOS.

Sergio Cavalcante disse...

Eu sou católico e digo que Jesus confiou a Pedro a sua Santa Igreja e que ela esta muito além de pedra e cimento, a Igreja de Cristo não é uma construção mas o próprio coração que ama a Jesus Cristo esse sim é a IGreja católica os homens é que fazem as interpretações erras, e pode confiar porque o CATECISMO já foi discutido e descidido em varios concilios, de acordo com a BIBLIA, ok, chal e que DEUS te abenções amén.!!!

Thiago pereira cassiano shalom disse...

A verdade é que o papel de Maria é a principal como defensora da igreja de cristo única santa,a nossa igreja católica foi a única igreja que Jesus deixou na terra,falou a Pedro :Pedra IGREJA primeiro papa da igreja católica quem não discordar saia fora porque
QUEM NÃO AMA MARIA COMO A MÃE DE JESUS ,TAMBÉM NÃO AMA JESUS CRISTO PORQUE VEIO DELA ....QUEM É O FILHO QUE NÃO GOSTA DE SUA MÃE?

 

©2009 Juventude Restauração | Template Blue by TNB